domingo, 18 de fevereiro de 2018

Balonismo - Coruche




Nesta pequena sequência de poucos minutos de diferença, podemos ver o momento de aquecimento e enchimento do balão, a subida, e navegação no horizonte.
Estas sessões acontecem essencialmente de manhã ao nascer do dia, onde os ventos são menores, o que torna o evento ainda mais fascinante. É preciso reservar previamente a viagem, porque, embora o custo seja elevado, há sempre viajantes interessados.

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Na rota dos moinhos



Por terras de Montejunto, o habitat natural dos moinhos de vento, estando muitos deles ainda em condições, e funcionando quando os proprietários lhes dão vida.

sábado, 6 de janeiro de 2018

O Moinho do Firmino





O Moinho do senhor Firmino ainda trabalha a toda a velocidade, para quem lhe faz um pedido de moagem, ou mesmo para trigo do próprio.
Em plena rota dos moinhos, na serra de Montejunto, este é único e distinto entre outros. 
Se pretende conhecer ou visitar, aproveite para conhecer esta raridade numa tarde de Domingo.
Coordenadas: 39.169853, -9.098001




sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Velha plataforma




Por do Sol no Sobralinho, no velho caís, num dia sem nuvens, mas com a água do Tejo num autêntico espelho.

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Santiago dos Velhos

Estava a 10 minutos do local,  o Sol rompia pelas fortes e negras nuvens. Apressei-me, mas já não consegui apanhar o momento que tinha visto. Mesmo assim, aqui fica este momento, uns minutos mais tarde. Apesar de tudo, decidi manter-me no local até ao fim. Isso foi um dos ensinamentos que já aprendi há muito tempo - nunca abandonar o local antes do Sol se pôr.

sábado, 9 de dezembro de 2017

Velha plataforma



Por mais que conheça novos cais, para mim este lugar é místico, e maravilhoso, permitindo a cada trabalho resultados sempre diferentes, como se fosse um modelo.

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Serra da Lousã




Nossa Senhora da Piedade, Lousã, subindo rio acima, fazemos um longo percurso encantador.
No inverno pode não ser possível, mas noutra estação do ano valerá a pena. 
Umas botas de borracha poderá ser uma óptima solução para não estar preocupado em só pisar as pedras lisas, com o elevado risco de queda. Também existem várias árvores caídas ao longo do rio, dificulando a subida.
Caminhei durante uma hora e meia, fiz uma centena de registos, e deixo aqui uma pequena amostra.